CoronaVac é mais eficaz com intervalo maior entre doses

O laboratório chinês Sinovac Biotech disse nesta segunda-feira (18) que o estudo clínico com a vacina contra covid-19 CoronaVac realizado no Brasil mostrou que o imunizante foi até 20 pontos percentuais mais eficaz em um pequeno sub-grupo de pacientes que receberam a segunda dose do fármaco com um intervalo maior.

A taxa de proteção para 1.394 voluntários que receberam doses da CoronaVac ou um placebo com intervalo de três semanas entre elas foi de quase 70%, disse um porta-voz da Sinovac.